Estudantes do MIEIC selecionados na 1ª edição do Programa de Bolsas Gulbenkian Novos Talentos em Inteligência Artificial

 

 

A 1ª edição do Programa de Bolsas Gulbenkian Novos Talentos em Inteligência Artificial, que tem como objetivo distinguir estudantes universitários que evidenciem um elevado mérito académico e incentivar o desenvolvimento da sua cultura e aptidões em inteligência artificial, atribuiu duas bolsas a André Cruz e Xavier Fontes, alunos do Mestrado Integrado em Engenharia Informática e Computação da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.

Os dois estudantes, selecionados através de um concurso, vão receber uma bolsa de formação com a duração de dez meses e integrar um programa de formação e investigação avançada em Inteligência Artificial, apoiando o seu trabalho junto de reconhecidos investigadores na área. O primeiro workshop desta edição decorreu no dia 17 de novembro de 2017.

O projeto de André Cruz “consiste na aplicação de informação obtida por computational semantics (semântica computacional) a um modelo de Coreference Resolution, e procurar melhorar o estado da arte nesta área. Um objetivo, entre outros, é introduzir o modelo gerado numa framework de argumentation mining atualmente em desenvolvimento no LIACC (ArgMine), e avaliar os benefícios desta adição para a tarefa de argumentation mining.”. Já o projeto de Xavier Fontes foca-se “no desenvolvimento de um modelo de previsão híbrido, capaz de usar informação do domínio temporal e ao mesmo tempo estímulos esporádicos para prever uma dada variável. Esta escolha de um modelo híbrido vem da curiosidade em combinar duas abordagens diferentes de forma a obter resultados melhores que cada uma das partes individuais.”.

Sobre a importância da atribuição destas bolsas, Xavier refere que é uma excelente oportunidade para desenvolver competências num campo de estudos onde sempre quis trabalhar e espera que seja o início de um percurso com impacto positivo no ramo da Inteligência Artificial; André espera que este programa lhe permita focar-se mais nesta área, que tem imensas aplicações, e onde existe uma forte componente de investigação.

O Professor Eugénio Oliveira reforça a honra para a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto ter dois dos seus alunos nos eleitos, aos quais a Comissão Científica associou os respectivos tutores também da FEUP, e os alunos do MIEIC, Xavier Reis Fontes e André Cruz estão já a ser tutoriados nos seus trabalhos respectivamente pelos professores do DEI e membros do Laboratório de Inteligência Artificial (LIACC), Daniel Castro Silva e Henrique Lopes Cardoso. Além disso, o Programa repetir-se-á no próximo ano, e espera a continuação de uma boa participação dos estudantes da FEUP, motivados pela área científica da Inteligência Artificial.

Parabéns ao André e ao Xavier, e votos de um excelente trabalho ao longo deste programa.

Posted in Notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *