Investigação

Laboratório de I&D de Computação gráfica, Interação e Jogos

Missão

O laboratório de Graphics, Interaction and Games (GIG) reúne um grupo de sete investigadores doutorados e mais de 20 estudantes de doutoramento, mestrado, e outros, contemplando como áreas científicas a Computação Gráfica, a Interação Pessoa-Computador (IPC) e o Desenho e Desenvolvimento de Jogos. Na área de Computação Gráfica são explorados tópicos como a modelação 3D, a síntese de imagens realistas, o rendering e a animação em tempo real, a modelação procedimental de ambientes 2D e 3D (p.ex. para aplicações de GIS), a realidade virtual e aumentada multisensorial, assim como a programação de GPU. Na área de IPC, são focadas a interação e a experiência do utilizador, incluindo o design de interação, interfaces multimodais, interfaces naturais, computação física e usabilidade. Muitos destes conceitos são combinados no contexto do desenho e desenvolvimento de jogos, uma área que o laboratório também explora, não só ao nível dos jogos de entretenimento, mas também na vertente dos jogos sérios, jogos baseados na localização e da ludificação.
Tópicos de Interesse
  • Computação Gráfica
  • Interação Pessoa-Computador; Sistemas Digitais Interativos
  • Realidade Virtual Multisensorial e Realidade Aumentada
  • Sistemas Geoespaciais
  • Visão por Computador
  • Desenho e Desenvolvimento de Jogos Digitais; Jogos Sérios
  • Multimédia
  • Programação de GPU

Coordenador: Rui Rodrigues, Email: rui.rodrigues@fe.up.pt

Website: https://dei.fe.up.pt/gig

Localização: FEUP, sala I220

 

Laboratório de I&D de Computação Sonora e Musical

Missão

No Laboratório de Computação Sonora e Musical está sediada investigação sobre computação aplicada, artes e humanidades e computação sonora e musical. Combina investigação basilar em processamento de sinal, reconhecimento de padrões e interação musical humano-computador, procurando contribuir para que as máquinas sejam capazes de compreender, modelar e gerar sons e música, interagindo ou não com performers humanos. O Laboratório de Computação Sonora e Musical é sede de investigação em síntese sonora e processamento computacional do som, mas também em geração automática e procedimental de música para, e.g., sistemas computacionais interativos e espacialização de áudio 3D para ambientes virtuais, entre outras aplicações. Está altamente preparado com equipamentos específicos de áudio e som, e acusticamente preparado para as atividades associadas e para a produção e pós-produção de conteúdo de áudio.

Tópicos de Interesse

  • Design de Som para Media Digitais
  • Ambientes Sonoros Imersivos
  • Música Generativa
  • Música Interativa
  • Interfaces para Expressão Musical
  • Instrumentos Musicais Aumentados
  • Software para Composição Musical e Produção Áudio
  • Recuperação de Informação Musical
  • Musicologia Computacional
  • Mapeamento e Sonificação de Dados

Coordenador: Rui Penha, Email: ruipenha@fe.up.pt

Website: https://dei.fe.up.pt/smc

Localização: FEUP, sala I104

 

Laboratório de I&D de Engenharia de Software

Missão

O Software está cada vez mais presente na nossa vida, abrangendo áreas diversificadas como sistemas de navegação, sistemas de controlo, sistemas de suporte a serviços, sistemas de suporte ao ensino, etc. Neste contexto, a qualidade do Software é um aspeto crítico que deve ser considerado seriamente.

A Engenharia de Software preocupa-se com as questões de qualidade do Software, ou seja, garantir que o Software seja construído de uma forma sistemática, rigorosa, mensurável, dentro do prazo, dentro do orçamento e de acordo com as especificações.
A nossa missão é:
  • desenvolver novos métodos, técnicas e ferramentas que promovam a forma como o Software é projetado, sintetizado e avaliado;
  • assegurar que os resultados da nossa investigação tenham um impacto duradouro na prática de desenvolvimento de Software;
  • oferecer aos alunos uma educação que os prepare para assumir um papel de liderança em projetos complexos de desenvolvimento de Software; e
  • contribuir para melhorar a competitividade da indústria.

Tópicos de Interesse

  • Engenharia de Software
  • Padrões e Paradigmas de Software
  • Teste de Software baseado em modelo
  • Teste a aplicações móveis
  • Melhoria de Processos de Software
  • Gestão do Conhecimento em Engenharia de Software
  • Evolução de requisitos de Software
  • Jogos sérios para ensino de Engenharia de Software
  • Métodos ágeis

Coordenador: Ana Paiva, Email: apaiva@fe.up.pt

Website: https://dei.fe.up.pt/sergup

Localização: FEUP, sala I122

 

Laboratório de I&D de Inteligência Artificial – Robótica e Simulação

Missão

O grupo STEMS, inserido no “Laboratório de Inteligência Artificial: Robótica e Simulação”, tem por objectivo implementar e melhorar a eficiência e o desempenho geral dos chamados sistemas sociotécnicos. Estes sistemas são caracterizados por interacções fortes entre humanos e todas as entidades tecnológicas que hoje em dia se encontram integradas na sua vida. Robôs, sistemas autónomos, tecnologias pervasivas e ubíquas e um ambiente cada vez mais inteligente e interactivo, são exemplos de entidades que agora partilham responsabilidades com humanos. Assumimos que os ecossistemas sociotécnicos possam tanto emergir naturalmente, a partir das interacções microscópicas dos seus componentes integrantes, como por resultado de metodologias de engenharia apropriadas; podemos alcançar a sua plena eficiência através de uma melhoria da coordenação e habilidades sociais (por exemplo, através de incentivos, negociação, argumentação) e da implementação de soluções autónomas e interativas, em conjunto com a adaptação e persuasão das pessoas em direção a uma consciência mais social. Este laboratório de I&D é dedicado ao engenho e avaliação de sistemas sociotécnicos, em especial contribuindo para e fazendo uso de métodos avançados em robótica inteligente, e modelação e simulação computacional.

Tópicos de Interesse

  • Teorias e metodologias de modelação e simulação
  • Simulação social e análise de sistemas complexos
  • Engenharia e análise de sistemas sociotécnicos
  • Sistemas Inteligentes de Transportes
  • Cidades Inteligentes
  • Robótica interativa e social
  • Visão por computador
  • Análise de dados espácio-temporais
  • Técnicas de modelação comportamental
  • Inteligência Artificial e Jogos

Coordenador: Rosaldo Rossetti, Email: rossetti@fe.up.pt

Website: http://paginas.fe.up.pt/~niadr/

Localização: FEUP, sala I120

 

Laboratório de I&D de Inteligência Artificial – Sistemas Multi-Agente

Missão

O Laboratório de Inteligência Artificial pretende contribuir para a investigação em aspetos específicos de Sistemas Inteligentes, beneficiando de abordagens construídas sobre Coordenação e Cooperação Distribuída e Descentralizada, aplicando essas abordagens a diferentes domínios reais. Este laboratório também realiza investigação em métodos baseados em inteligência artificial para a extração e inferência de conhecimento, em particular em prospeção de texto. Investiga ainda técnicas para lidar com falhas de hardware e software ou mudanças intencionais no contexto do ambiente de um sistema complexo, tais como escalonadores resilientes e reativos que possam sobreviver a erros ao nível do nó ou do cluster.

Tópicos de Interesse

  • Interoperabilidade de Sistemas Inteligentes para serviços em rede e cooperação
  • Planeamento, Escalonamento e Gestão de Disrupções
  • Agentes: Adaptação, Aprendizagem e Emoções
  • Agentes baseados em Argumentação
  • Prospeção de Texto e Análise de Redes Sociais
  • Computação Paralela e em Nuvem
  • Infraestruturas e aplicações de Sistemas Multiagente

Coordenador: Eugénio Oliveira, Email: eco@fe.up.pt

Website: http://paginas.fe.up.pt/~niadr/

Localização: FEUP, sala I121

 

Laboratório de I&D de Sistemas de Computação

Missão

O Laboratório COMPSYS hospeda a investigação em sistemas computacionais (incluindo arquiteturas de computadores, sistemas embebidos e ciberfísicos, sistemas de tempo real, e sistemas e redes confiáveis e tolerantes a falhas), na organização do software e propriedades (estruturas do sistema de Software, sistemas distribuídos princípios de organização, software incorporado e software de tempo real), em sistemas de computação móvel e ubíqua (design e métodos de avaliação), e em notações e ferramentas de software (principalmente em compiladores e em linguagens de programação específicas a domínios).

A missão do laboratório COMPSYS é realizar investigação aplicada e fundamental, de nível internacional, com o objetivo de produzir avanços científicos significativos, formar recursos humanos, estabelecer cooperações com a indústria, e contribuir para a resolução de problemas de impacto societal.

O laboratório está organizado em três grupos de investigação:
  • SPECS: Sistemas Computacionais, Linguagens e Ferramentas de Propósito Específico
  • DECS: Sistemas Computacionais Embebidos e Distribuídos
  • MDC: Computação Móvel e Distribuída

Tópicos de Interesse

  • Linguagens de Programação Específicas a Domínios (DSLs)
  • Compiladores e ferramentas
  • Computação Customizada e Reconfigurável (incluindo FPGAs)
  • Computação Embebida
  • Computação de Elevado Desempenho (com ênfase em sistemas embebidos)
  • Sistemas de tempo Real
  • Computação Distribuída
  • Computação Móvel
  • Computação Sensível ao Contexto

Coordenador: João M.P. Cardoso, Email: jmpc@fe.up.pt

Website: https://dei.fe.up.pt/compsyshttp://www.fe.up.pt/~specs/

Localização: FEUP, sala J204

 

Laboratório de I&D de Sistemas de Informação

Missão

A missão do InfoLab, o Laboratório de Investigação e Desenvolvimento do DEI, é projetar, implementar e testar sistemas de informação para uma área alargada de aplicações, abordando problemas relevantes na investigação, indústria e sociedade em geral.
As áreas e projetos de investigação do InfoLab dizem respeito à gestão de informação e à recuperação de informação, exemplificadas em ferramentas para pesquisa na web, análise de dados, gestão de dados de investigação e na preservação digital.

Áreas de I&D

A linha de investigação de Sistemas de Informação e Gestão de Informação investiga nas áreas de gestão de informação, recuperação de informação, processamento de informação, preservação digital e gestão de dados de investigação. Especificamente, há trabalho em contextos como mineração na Web, sistemas de recomendação, Web social, web semântica e mineração de texto. O trabalho em preservação digital inclui modelos, métodos e ferramentas, particularmente na área de preservação de bases de dados, gestão de repositórios de dados de investigação e e-ciência. Para tal, combina diferentes backgrounds de Engenharia Informática e de Ciência da Informação.
O InfoLab assume também como sua prática fazer montra do software open-source de qualidade “Made in FEUP” que produz. A visão do InfoLab é a de dar de volta à comunidade os frutos do trabalho de investigação, fazendo-os amadurecer e tornando-os em soluções de engenharia de qualidade, prontas a usar por terceiros em ambiente de produção.

Tópicos de interesse

  • Gestão de informação
  • Recuperação de informação
  • Processamento de informação
  • Preservação digital
  • Gestão de dados de investigação
  • Mineração em texto
  • Mineração na Web
  • Sistemas de recomendação
  • Web social
  • Web semântica

Coordenador: João Correia Lopes, Email: jlopes@fe.up.pt

Website: http://infolab.fe.up.pt/

Localização: FEUP, sala I123

 

Folhetos dos Laboratórios de I&D do DEI podem ser descarregados aqui.
  • Outros Laboratórios de I&D
  • Os membros do DEI também desenvolvem atividades de I&D nos seguintes Centros e Laboratórios de Investigação:
    • INEB – Instituto de Engenharia Biomédica
    • INESC TEC – Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência do Porto
    • ISR – Instituto de Sistemas e Robótica
    • LIACC – Laboratório de Inteligência Artificial e Ciência de Computadores (Unidade de I&D fundada pela FCT)
    • LIAAD – Laboratório de Inteligência Artificial e Apoio à Decisão (Unidade de I&D fundada pela FCT e afiliada a INESC-TEC)