Máquina do Tempo do Laboratório SAPO/U.Porto e SAPO online

O projeto já está a ser desenvolvido há algum tempo, mas conhece agora a sua forma final e independente. Além de um repositório de notícias, é uma rede inteligente de ligações entre personalidades. O SAPO estreia hoje, 28 de novembro, a plataforma online Máquina do Tempo. O nome não deixa espaço para grandes dúvidas: é […]

Continue reading

MM-XX: Comemorações dos 20 anos do Mestrado em Multimédia

Este ano o Mestrado em Multimédia comemora 20 anos de existência, e para festejar este percurso de multidisciplinaridade na Universidade do Porto, a comunidade Multimédia, nas suas diversas especializações – Tecnologias, Cultura e Artes, Música Interativa e Design de Som e Educação, vai reunir-se na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto nos dias 2 […]

Continue reading

MM-XX – 20 anos do ensino de Multimédia na Universidade do Porto

Celebramos no ano de 2016 os 20 anos do ensino de Multimédia na Universidade do Porto. Para comemorar, a Direção do Mestrado em Multimédia organiza, ao longo do ano, uma série de palestras convidadas, workshops e outras atividades nas faculdades envolvidas no MM. Nesta página encontrarão um breve resumo dos ciclos de estudo da Universidade do Porto que […]

Continue reading

Evento em Destaque

Investigação

Laboratório de I&D de Computação gráfica, Interação e Jogos

Missão

O laboratório de Graphics, Interaction and Games (GIG) reúne um grupo de sete investigadores doutorados e mais de 20 estudantes de doutoramento, mestrado, e outros, contemplando como áreas científicas a Computação Gráfica, a Interação Pessoa-Computador (IPC) e o Desenho e Desenvolvimento de Jogos. Na área de Computação Gráfica são explorados tópicos como a modelação 3D, a síntese de imagens realistas, o rendering e a animação em tempo real, a modelação procedimental de ambientes 2D e 3D (p.ex. para aplicações de GIS), a realidade virtual e aumentada multisensorial, assim como a programação de GPU. Na área de IPC, são focadas a interação e a experiência do utilizador, incluindo o design de interação, interfaces multimodais, interfaces naturais, computação física e usabilidade. Muitos destes conceitos são combinados no contexto do desenho e desenvolvimento de jogos, uma área que o laboratório também explora, não só ao nível dos jogos de entretenimento, mas também na vertente dos jogos sérios, jogos baseados na localização e da ludificação.
Tópicos de Interesse
  • Computação Gráfica
  • Interação Pessoa-Computador; Sistemas Digitais Interativos
  • Realidade Virtual Multisensorial e Realidade Aumentada
  • Sistemas Geoespaciais
  • Visão por Computador
  • Desenho e Desenvolvimento de Jogos Digitais; Jogos Sérios
  • Multimédia
  • Programação de GPU

Coordenador: Rui Rodrigues, Email: rui.rodrigues@fe.up.pt

Website: https://dei.fe.up.pt/gig

Localização: FEUP, sala I220

 

Laboratório de I&D de Computação Sonora e Musical

Missão

No Laboratório de Computação Sonora e Musical está sediada investigação sobre computação aplicada, artes e humanidades e computação sonora e musical. Combina investigação basilar em processamento de sinal, reconhecimento de padrões e interação musical humano-computador, procurando contribuir para que as máquinas sejam capazes de compreender, modelar e gerar sons e música, interagindo ou não com performers humanos. O Laboratório de Computação Sonora e Musical é sede de investigação em síntese sonora e processamento computacional do som, mas também em geração automática e procedimental de música para, e.g., sistemas computacionais interativos e espacialização de áudio 3D para ambientes virtuais, entre outras aplicações. Está altamente preparado com equipamentos específicos de áudio e som, e acusticamente preparado para as atividades associadas e para a produção e pós-produção de conteúdo de áudio.

Tópicos de Interesse

  • Design de Som para Media Digitais
  • Ambientes Sonoros Imersivos
  • Música Generativa
  • Música Interativa
  • Interfaces para Expressão Musical
  • Instrumentos Musicais Aumentados
  • Software para Composição Musical e Produção Áudio
  • Recuperação de Informação Musical
  • Musicologia Computacional
  • Mapeamento e Sonificação de Dados

Coordenador: Rui Penha, Email: ruipenha@fe.up.pt

Website: https://dei.fe.up.pt/smc

Localização: FEUP, sala I104

 

Laboratório de I&D de Engenharia de Software

Missão

O Software está cada vez mais presente na nossa vida, abrangendo áreas diversificadas como sistemas de navegação, sistemas de controlo, sistemas de suporte a serviços, sistemas de suporte ao ensino, etc. Neste contexto, a qualidade do Software é um aspeto crítico que deve ser considerado seriamente.

A Engenharia de Software preocupa-se com as questões de qualidade do Software, ou seja, garantir que o Software seja construído de uma forma sistemática, rigorosa, mensurável, dentro do prazo, dentro do orçamento e de acordo com as especificações.
A nossa missão é:
  • desenvolver novos métodos, técnicas e ferramentas que promovam a forma como o Software é projetado, sintetizado e avaliado;
  • assegurar que os resultados da nossa investigação tenham um impacto duradouro na prática de desenvolvimento de Software;
  • oferecer aos alunos uma educação que os prepare para assumir um papel de liderança em projetos complexos de desenvolvimento de Software; e
  • contribuir para melhorar a competitividade da indústria.

Tópicos de Interesse

  • Engenharia de Software
  • Padrões e Paradigmas de Software
  • Teste de Software baseado em modelo
  • Teste a aplicações móveis
  • Melhoria de Processos de Software
  • Gestão do Conhecimento em Engenharia de Software
  • Evolução de requisitos de Software
  • Jogos sérios para ensino de Engenharia de Software
  • Métodos ágeis

Coordenador: Ana Paiva, Email: apaiva@fe.up.pt

Website: https://dei.fe.up.pt/sergup

Localização: FEUP, sala I122

 

Laboratório de I&D de Inteligência Artificial – Robótica e Simulação

Missão

O grupo STEMS, inserido no “Laboratório de Inteligência Artificial: Robótica e Simulação”, tem por objectivo implementar e melhorar a eficiência e o desempenho geral dos chamados sistemas sociotécnicos. Estes sistemas são caracterizados por interacções fortes entre humanos e todas as entidades tecnológicas que hoje em dia se encontram integradas na sua vida. Robôs, sistemas autónomos, tecnologias pervasivas e ubíquas e um ambiente cada vez mais inteligente e interactivo, são exemplos de entidades que agora partilham responsabilidades com humanos. Assumimos que os ecossistemas sociotécnicos possam tanto emergir naturalmente, a partir das interacções microscópicas dos seus componentes integrantes, como por resultado de metodologias de engenharia apropriadas; podemos alcançar a sua plena eficiência através de uma melhoria da coordenação e habilidades sociais (por exemplo, através de incentivos, negociação, argumentação) e da implementação de soluções autónomas e interativas, em conjunto com a adaptação e persuasão das pessoas em direção a uma consciência mais social. Este laboratório de I&D é dedicado ao engenho e avaliação de sistemas sociotécnicos, em especial contribuindo para e fazendo uso de métodos avançados em robótica inteligente, e modelação e simulação computacional.

Tópicos de Interesse

  • Teorias e metodologias de modelação e simulação
  • Simulação social e análise de sistemas complexos
  • Engenharia e análise de sistemas sociotécnicos
  • Sistemas Inteligentes de Transportes
  • Cidades Inteligentes
  • Robótica interativa e social
  • Visão por computador
  • Análise de dados espácio-temporais
  • Técnicas de modelação comportamental
  • Inteligência Artificial e Jogos

Coordenador: Rosaldo Rossetti, Email: rossetti@fe.up.pt

Website: http://paginas.fe.up.pt/~niadr/

Localização: FEUP, sala I120

 

Laboratório de I&D de Inteligência Artificial – Sistemas Multi-Agente

Missão

O Laboratório de Inteligência Artificial pretende contribuir para a investigação em aspetos específicos de Sistemas Inteligentes, beneficiando de abordagens construídas sobre Coordenação e Cooperação Distribuída e Descentralizada, aplicando essas abordagens a diferentes domínios reais. Este laboratório também realiza investigação em métodos baseados em inteligência artificial para a extração e inferência de conhecimento, em particular em prospeção de texto. Investiga ainda técnicas para lidar com falhas de hardware e software ou mudanças intencionais no contexto do ambiente de um sistema complexo, tais como escalonadores resilientes e reativos que possam sobreviver a erros ao nível do nó ou do cluster.

Tópicos de Interesse

  • Interoperabilidade de Sistemas Inteligentes para serviços em rede e cooperação
  • Planeamento, Escalonamento e Gestão de Disrupções
  • Agentes: Adaptação, Aprendizagem e Emoções
  • Agentes baseados em Argumentação
  • Prospeção de Texto e Análise de Redes Sociais
  • Computação Paralela e em Nuvem
  • Infraestruturas e aplicações de Sistemas Multiagente

Coordenador: Eugénio Oliveira, Email: eco@fe.up.pt

Website: http://paginas.fe.up.pt/~niadr/

Localização: FEUP, sala I121

 

Laboratório de I&D de Sistemas de Computação

Missão

O Laboratório COMPSYS hospeda a investigação em sistemas computacionais (incluindo arquiteturas de computadores, sistemas embebidos e ciberfísicos, sistemas de tempo real, e sistemas e redes confiáveis e tolerantes a falhas), na organização do software e propriedades (estruturas do sistema de Software, sistemas distribuídos princípios de organização, software incorporado e software de tempo real), em sistemas de computação móvel e ubíqua (design e métodos de avaliação), e em notações e ferramentas de software (principalmente em compiladores e em linguagens de programação específicas a domínios).

A missão do laboratório COMPSYS é realizar investigação aplicada e fundamental, de nível internacional, com o objetivo de produzir avanços científicos significativos, formar recursos humanos, estabelecer cooperações com a indústria, e contribuir para a resolução de problemas de impacto societal.

O laboratório está organizado em três grupos de investigação:
  • SPECS: Sistemas Computacionais, Linguagens e Ferramentas de Propósito Específico
  • DECS: Sistemas Computacionais Embebidos e Distribuídos
  • MDC: Computação Móvel e Distribuída

Tópicos de Interesse

  • Linguagens de Programação Específicas a Domínios (DSLs)
  • Compiladores e ferramentas
  • Computação Customizada e Reconfigurável (incluindo FPGAs)
  • Computação Embebida
  • Computação de Elevado Desempenho (com ênfase em sistemas embebidos)
  • Sistemas de tempo Real
  • Computação Distribuída
  • Computação Móvel
  • Computação Sensível ao Contexto

Coordenador: João M.P. Cardoso, Email: jmpc@fe.up.pt

Website: https://dei.fe.up.pt/compsyshttp://www.fe.up.pt/~specs/

Localização: FEUP, sala J204

 

Laboratório de I&D de Sistemas de Informação

Missão

A missão do InfoLab, o Laboratório de Investigação e Desenvolvimento do DEI, é projetar, implementar e testar sistemas de informação para uma área alargada de aplicações, abordando problemas relevantes na investigação, indústria e sociedade em geral.
As áreas e projetos de investigação do InfoLab dizem respeito à gestão de informação e à recuperação de informação, exemplificadas em ferramentas para pesquisa na web, análise de dados, gestão de dados de investigação e na preservação digital.

Áreas de I&D

A linha de investigação de Sistemas de Informação e Gestão de Informação investiga nas áreas de gestão de informação, recuperação de informação, processamento de informação, preservação digital e gestão de dados de investigação. Especificamente, há trabalho em contextos como mineração na Web, sistemas de recomendação, Web social, web semântica e mineração de texto. O trabalho em preservação digital inclui modelos, métodos e ferramentas, particularmente na área de preservação de bases de dados, gestão de repositórios de dados de investigação e e-ciência. Para tal, combina diferentes backgrounds de Engenharia Informática e de Ciência da Informação.
O InfoLab assume também como sua prática fazer montra do software open-source de qualidade “Made in FEUP” que produz. A visão do InfoLab é a de dar de volta à comunidade os frutos do trabalho de investigação, fazendo-os amadurecer e tornando-os em soluções de engenharia de qualidade, prontas a usar por terceiros em ambiente de produção.

Tópicos de interesse

  • Gestão de informação
  • Recuperação de informação
  • Processamento de informação
  • Preservação digital
  • Gestão de dados de investigação
  • Mineração em texto
  • Mineração na Web
  • Sistemas de recomendação
  • Web social
  • Web semântica

Coordenador: Carla Teixeira Lopes, Email: ctl@fe.up.pt

Website: http://infolab.fe.up.pt/

Localização: FEUP, sala I123

 

Folhetos dos Laboratórios de I&D do DEI podem ser descarregados aqui.
  • Outros Laboratórios de I&D
  • Os membros do DEI também desenvolvem atividades de I&D nos seguintes Centros e Laboratórios de Investigação:
    • INEB – Instituto de Engenharia Biomédica
    • INESC TEC – Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência do Porto
    • ISR – Instituto de Sistemas e Robótica
    • LIACC – Laboratório de Inteligência Artificial e Ciência de Computadores (Unidade de I&D fundada pela FCT)
    • LIAAD – Laboratório de Inteligência Artificial e Apoio à Decisão (Unidade de I&D fundada pela FCT e afiliada a INESC-TEC)

Notícias e Eventos

Sobre

Comissão Executiva

Diretor: Raul Moreira Vidal

Membros:

  • Carlos Soares
  • João Cardoso
  • Jorge Silva
  • Rosaldo Rossetti

O que é o DEI?

DEI– o Departamento de Engenharia Informática, começou as suas actividades no dia 1 de Janeiro de 2008.

O DEI inclui um corpo docente de 38 membros que estão envolvidos com temas científicos e técnicos abrangidos pela ACM e a proposta curricular IEEE Computer Science (CC2001) Bodies of Knowledge. Esses mesmos Bodies of Knowledge têm sido considerados na caracterização das áreas de Departamento científicos de Engenharia Informática que estão listados abaixo:

  • Arquiteturas e Sistemas de Computação
  • Computação Gráfica e Media Digitais Interativos
  • Ciências e Tecnologias da Programação
  • Engenharia de Software
  • Sistemas de Informação
  • Sistemas Inteligentes

Staff

Sigarra: DEI

Horário: 9h00 – 12h30 / 14h00 – 17h30

Continue reading

Pessoas

Professores Eméritos

Professores Catedráticos

Professores Associados

Professores Auxiliares

Funcionários

Máquina do Tempo do Laboratório SAPO/U.Porto e SAPO online

O projeto já está a ser desenvolvido há algum tempo, mas conhece agora a sua forma final e independente. Além de um repositório de notícias, é uma rede inteligente de ligações entre personalidades.

O SAPO estreia hoje, 28 de novembro, a plataforma online Máquina do Tempo. O nome não deixa espaço para grandes dúvidas: é uma ferramenta que permite recuar alguns anos para saber o que se passou na altura. O conteúdo é preenchido através de notícias e a forma é definida através das ligações entre as personalidades que dominaram a atenção mediática na época definida.

São 25 anos de Portugal retratados através de 7 milhões de notícias, a maior parte das quais pertencentes à agência Lusa que disponibilizou o arquivo de notícias para o projeto.

Máquina do Tempo

O conceito foi desenvolvido numa parceria entre o SAPO Labs e a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP). O projeto foi apresentado de forma mais significativa na edição número sete do SAPO Codebits, tendo o TeK na altura dado a conhecer uma fase preliminar da ideia.

Durante o último ano o projeto evoluiu em várias áreas, como explicou ao TeK o responsável pelos SAPO Labs, Benjamim Júnior. Um dos pontos que foi evoluído prende-se com a entrada de novos parceiros jornalísticos além da Lusa, o que permite ter acesso à informação em tempo real. Foi ainda feito um grande esforço na optimização da ferramenta para que funcione tanto em tablets como em browsers de computadores menos capazes.

Outra nova característica é a possibilidade de cada utilizador definir uma página pessoal onde pode ter um acesso mais direto à informação das personalidades que mais lhe dizem.

Projeto na área do jornalismo, ferramenta de investigação, ferramenta interativa ou rede social histórica. Qualquer uma das definições enquadra-se na Máquina do Tempo que já estava disponível num outro formato através da página “Mundo Visto Daqui”.

Benjamim Júnior prefere falar numa democratização da informação. “A Máquina do Tempo é uma ferramenta sofisticada para os profissionais da informação e para todas as pessoas”. Um dos objetivos da plataforma online é conseguir tornar os arquivos em algo que não seja chato, pois “é preciso coragem para nos mandarmos para alguns arquivos”, confessou o responsável.

Máquina do Tempo

Os utilizadores podem pesquisar um acontecimento por data ou por pessoa que marcou essa época. Benjamim Júnior destaca um evento – a morte de Ayrton Senna em maio de 1994. Quando a pesquisa recai sobre personalidades, é apresentada uma rede de ligações com outros elementos que partilharam na altura as referências mediáticas e que até podem nem ter relação com as mesmas notícias. No caso da morte do piloto de Fórmula 1 são os nomes relacionados com o automobilismo que surgem na “teia”.

“Este tipo de informação transmite uma ligação emotiva, traz recordações. O próprio nome Máquina do Tempo é um nome escolhido para ser emotivo”, revela o coordenador do SAPO Labs em conversa com o TeK.

Todo o processo de pesquisa é feito de modo automático e gerado por computadores. Por trás da Máquina do Tempo existem muitos outros projetos agregados e que a partir daqui podem continuar a evoluir.

Atualmente o SAPO Labs está a desenvolver também ideias ao nível da classificação de vídeos, do tratamento e análise das redes sociais e de projetos na área educativa.

Link

Notícias em Destaque

mm-xx

MM-XX: Comemorações dos 20 anos do Mestrado em Multimédia

Este ano o Mestrado em Multimédia comemora 20 anos de existência, e para festejar este percurso de multidisciplinaridade na Universidade do Porto, a comunidade Multimédia, nas suas diversas especializações – Tecnologias, Cultura e Artes, Música Interativa e Design de Som e Educação, vai reunir-se na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto nos dias 2 […]

Apresentação de projetos de Desenvolvimento de Jogos de Computador 2015/2016

Realizar-se-á na próxima quarta-feira, dia 22 de junho às 14h30 na sala B 008 na FEUP, a apresentação dos projetos da unidade curricular de Desenvolvimento de Jogos de Computador do MIEIC, que conta também com a participação dos estudantes de Seminários de Design II da Licenciatura de Design de Comunicação da FBAUP e dos estudantes de […]

mm-xx

MM-XX – 20 anos do ensino de Multimédia na Universidade do Porto

Celebramos no ano de 2016 os 20 anos do ensino de Multimédia na Universidade do Porto. Para comemorar, a Direção do Mestrado em Multimédia organiza, ao longo do ano, uma série de palestras convidadas, workshops e outras atividades nas faculdades envolvidas no MM. Nesta página encontrarão um breve resumo dos ciclos de estudo da Universidade do Porto que […]