Evento em Destaque

Apresentação de projetos de Desenvolvimento de Jogos de Computador 2015/2016

Realizar-se-á na próxima quarta-feira, dia 22 de junho às 14h30 na sala B 008 na FEUP, a apresentação dos projetos da unidade curricular de Desenvolvimento de Jogos de Computador do MIEIC, que conta também com a participação dos estudantes de Seminários de Design II da Licenciatura de Design de Comunicação da FBAUP e dos estudantes de Design de Som para Media Digitais do Mestrado em Multimédia da UP.
A apresentação é aberta à comunidade, sendo no entanto necessário o registo no formulário abaixo até terça feira, dia 21, por questões de logística.
Formulário de registo: https://goo.gl/CFaA5D

Nunes Ferreira é Professor Emérito da Universidade do Porto

No âmbito das comemorações do seu 105.º aniversário, a U.Porto vai distinguir os professores jubilados ou reformados que prestaram e poderão continuar a prestar um contributo especial à Universidade. Já são conhecidos os nomes dos sete docentes e investigadores a quem será este ano concedido o título de Professor Emérito da Universidade do Porto.

José Luís Figueiredo centrou-se no ensino da catálise ao longo da sua carreira, enquanto professor da Faculdade de Engenharia. Para além de ter sido distinguido pelo prémio “Estímulo à Excelência” atribuído pelo Ministério da Ciência e Ensino Superior e pelo Prémio Ferreira da Silva 2014 atribuído pela Sociedade Portuguesa de Química, somavárias distinções a nível internacional. É no seguimento deste trabalho que vai ser reconhecido com a posição de investigador no Laboratório de Catálise e Materiais do Laboratório Associado LSRE-LCM, na área da Catálise Heterogénea e Materiais de Carbono.

Joaquim Silva Gomes vê reconhecido o trabalho que desenvolveu enquanto professor catedrático na Faculdade de Engenharia, onde lecionou na área da Mecânica dos Sólidos, Impacto e Mecânica Experimental durante mais de 40 anos e pelo seu envolvimento na criação do INEGI (Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial), que presidiu ao longo de mais de 12 anos. O professor terá a tarefa de contribuir para a consolidação da investigação em Mecânica Experimental do DEMec e com o alargamento da colaboração com a Universidade Eduardo Mondlane, em Moçambique.

Também professor catedrático da Faculdade de Engenharia, Artur Pimenta Alves será distinguido pelo trabalho que desenvolveu com o projeto SIFO “Rede de Serviços Integrados por Fibra Óptica”, referenciado como a base do INESC TEC. Foi, durante nove anos, diretor do INESC Porto e, em 2008 assumiu a Direção do Centro de Produção da RTP Porto. Para que continue o seu trabalho nesta área, a U.Porto destaca-lhe o desenvolvimento de um cluster nacional na área dos media.

Raimundo Delgado, após ter dedicado 42 anos da sua vida à Faculdade de Engenharia, onde foi responsável por diversas disciplinas na área de Estruturas em Engenharia Civil, vai continuar a desenvolver e a procurar melhorias de processos para a divulgação da Engenharia Civil. A U.Porto reconhece agora o seu trabalho enquanto Presidente do Conselho de Representantes da FEUP, Diretor do Doutoramento em Engenharia Civil, Presidente do Instituto da Construção e Diretor do Laboratório de Engenharia Sísmica e Estrutural.

Também Pedro Guedes de Oliveira dedicou grande parte da sua vida à Faculdade de Engenharia. Professor Catedrático do Departamento de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores (DEEC), o seu percurso alargou-se também à investigação científica e aos institutos de interface. Pedro Guedes de Oliveira foi Presidente do INESC desde a sua fundação, posição que ocupou durante sete anos. É com base neste percurso profissional que vai ser distinguido como Professor Emérito, e assim, poder contribuir com a promoção do núcleo de eletrónica e as suas atividades de investigação.

Licenciado em Engenharia Eletrotécnica pela FEUP em 1972, Fernando Nunes Ferreirainiciou a sua atividade de docente nesse mesmo ano. Para além de ter exercido dois mandatos enquanto Provedor do Estudante da U.Porto, no seu percurso académico destacam-se ainda os cargos de gestão que ocupou dentro da faculdade, onde foi presidente do Departamento de Engenharia Electrotécnica de Computadores (DEEC/FEUP), diretor do Centro de Computação e Membro do Conselho de Departamento de Engenharia Informática. A U.Porto confia-lhe a tarefa de desenvolver os processos de acompanhamento da comunidade académica.

Finalmente, Isabel Pires de Lima é doutorada em Literatura Portuguesa pela Faculdade de Letras, onde é professora catedrática e investigadora. Paralelamente à atividade profissional, dedicou-se à política, tendo sido Ministra da Cultura do XVII Governo Constitucional e deputada da Assembleia da República entre 1999 e 2008. Enquanto Professora Emérita, terá a seu encargo a promoção, tanto a nível nacional como internacional, das atividades do Centro de Estudo de Cultura Portuguesa.

Os sete novos Professores Eméritos da U.Porto vão receber o respetivo título no dia 22 de março, no Salão Nobre da Reitoria, durante a cerimónia comemorativa do Dia da Universidade do Porto.

Texto: REIT

Adaptado de Link

Vagas na Huub

A HUUB é uma startup que gere a cadeia de abastecimento de marcas internacionais, tendo clientes na Alemanha, Islândia e Reino Unido. Focamo-nos na otimização do fluxo físico numa ótica end-to-end. Atuamos desde o fornecedor, esteja ele em Portugal, China ou Turquia (centros de produção com que trabalhamos neste momento), e o cliente da marca, seja ele retalhista (grande como as departmant stores da cadeia Selfridges, por exemplo, ou pequenas cadeias de boutiques) ou cliente final (montamos também operações de ecommerce, seja do ponto de vista físco como tecnológico). Neste momento expedimos encomendas para mais de 50 países. Todo o stock destas marcas passa no nosso armazém aqui no Porto. Além desta componente de operação física temos também uma componente tecnológica. Estamos neste momento numa fase final de testes do nosso produto, uma plataforma que permitirá às marcas gerirem o seu negócio também numa perspetiva end-to-end, integrando os diferentes canais de vendas, permitindo visibilidade sobre toda a cadeia e a colaboração entre as principais entidades que entram no processo de negócio: marca, HUUB, fornecedor e cliente.

Mais informação em sobre a Huub: link.

Alguns dos nossos clientes atuais: Noe & Zoe,  Iglo + Indi, Marques e Almeida e Filius Feez.

Estamos neste momento com um recrutamento aberto para a área de tecnológia.

Requisitos da oportunidade

 

Empregos

A FCT atribui através de concursos públicos e administra, directa ou indirectamente, ou em cooperação com outras entidades, um grande número de tipos de bolsas, de acordo com o estabelecido no respectivo Regulamento, e apoia a formação de recursos humanos a nível avançado.

FCT link

Em Portugal há falta de 5 000 engenheiros informáticos

Segundo António Cruz Serra, reitor da Universidade de Lisboa, a falta de engenheiros em Portugal e na Europa deve-se à carência de cursos de Engenharia Informática, que não é possível contornar devido às regras rígidas de contratação de professores e às restrições orçamentais.

Em entrevista ao Económico, António Cruz Serra, reitor da Universidade de Lisboa falou de alguns pontos essenciais do ensino superior em Portugal e dos desafios que a educação enfrenta, nomeadamente, na resposta às necessidades do mercado de trabalho.

António-Cruz-Serra

 

Segundo explicou o reitor, o Director da Microsoft Portugal revelou algumas preocupações, nomeadamente, com a carência de de cerca de 5 000 engenheiros informáticos em Portugal, um número que em toda a Europa ascende aos de 500 mil.

Para contornar esta necessidade, a única solução passaria obviamente, pelo aumento da formação nesta área, contudo, as Universidades não têm capacidade para receber mais alunos, uma vez que existe uma enorme barreira que impede que se possam contratar mais professores: as restrições orçamentais e as própria regras de contratação demasiado rígidas.

Para montarmos um novo curso, em que recebamos 100 ou 200 alunos, temos ali um trabalho intensivo, porque não é o mesmo que dar aulas teóricas a 200 alunos. Temos de ter capacidade instalada. Precisamos de fazer contratações que violam as regras que impedem a própria contratação.

Ainda na mesma entrevista, António Cruz Serra, refere que deveriam ser encontradas formas de colocar mais gente a aprender nas universidades, mesmo que não seja em “cursos caros”, segundo ele, há “seguramente, capacidade para ter mais gente no superior e de modelar aquilo que é a oferta formativa do ponto de vista dos custos de formação”.

Link

Notícias em Destaque

Gabriel David no Conselho de Administração do INESC TEC

O Conselho Geral do INESC TEC elegeu uma nova gestão, que assume o nome de Conselho de Administração (CA) do INESC TEC. O CA, que substitui a anterior Direção, é composto pelo Presidente e oito Administradores, instituindo um modelo de governação pioneiro entre os Laboratórios Associados do país. Em comunicado aos colaboradores do INESC TEC, […]

Profissão: Engenheira

E porque a Engenharia não é só para homens, a FEUP, em parceria com a Fórum Estudante, lançou a iniciativa “Profissão: Engenheira”.   O objetivo é desmistificar o paradigma de que esta profissão é destinada apenas aos homens, recorrendo para isso ao testemunho de estudantes e alumni da FEUP. Estas acompanham a FEUP às escolas […]

Máquina do Tempo do Laboratório SAPO/U.Porto e SAPO online

O projeto já está a ser desenvolvido há algum tempo, mas conhece agora a sua forma final e independente. Além de um repositório de notícias, é uma rede inteligente de ligações entre personalidades. O SAPO estreia hoje, 28 de novembro, a plataforma online Máquina do Tempo. O nome não deixa espaço para grandes dúvidas: é […]